Raskolnikov e Sônia – Parte 1: Trevas e luz

No livro Crime e Castigo, Dostoiévsky conta a história de um jovem e ambicioso estudante que comete um assassinato. Mas Dostoiévsky é um dos maiores autores da história humana, e o é em razão de descrições que faz dos percursos mentais pelos quais seus personagens passam antes, durante e depois de seus atos, dos atosContinuar lendo “Raskolnikov e Sônia – Parte 1: Trevas e luz”

Dos olhos que brilharam

Não há em mim lembrança de visão tão terrível quanto esta que me encanta não há nem nas velhas poesias registro de momento como este que me ergue das calmarias mas o que importa é ter sentido deslumbre que não conhecia arroubo em sonhos jamais vivido beleza em sua definição exaurida tornou divina minha belaContinuar lendo “Dos olhos que brilharam”